fbpx
AtiVet Redondo Contorno Azul 150x150

Vermífugo para Cães Podem Salvá-los

Sérios problemas de saúde podem ocorrer se vermes não forem tratados, por isso o uso de vermífugo para cães pode ser crucial para a qualidade de vida ou mesmo para a vida de seu pet. E não é somente o seu cão que estará protegido: você também. Isto porque alguns tipos de vermes podem infectar pessoas também, além de outros animais. 

Sintomas de cães com vermes

Embora cada parasita afete os cães de maneira diferente, existem alguns sintomas gerais de alerta que os donos de cães devem estar cientes. Desta forma, vermes podem causar, além de outros sintomas:

  • Diarreia
  • Dor abdominal
  • Perda de peso
  • Vômito
  • Pelagem sem brilho
  • Aparência barriguda
  • Letargia
  • Desidratação
  • Deficiências de nutrição e anemia
  • Bloqueio intestinal ou pneumonia
  • Sangue nas fezes (vermelho brilhante ou roxo mais escuro)

Indicações do uso de vermífugo para cães

A dirofilariose é um parasita especialmente grave, transmitido por picadas de mosquito. Esses vermes vivem nos principais vasos sanguíneos do pulmão, causando inflamação dos vasos sanguíneos e, potencialmente, resultando em danos ao coração e morte prematura. Como o tratamento da dirofilariose acarreta vários riscos graves à saúde e também é potencialmente fatal, a prevenção é recomendada, pois é impossível prever com precisão todos os momentos em que os mosquitos estarão presentes. Além disso, a maioria dos preventivos contra dirofilariose contém medicamentos que também tratam os parasitas intestinais, que podem ser transmitidos em qualquer época do ano.

Existem vários compostos disponíveis para o tratamento de infecções por vermes redondos ( nematódeos ) em cães. Certos programas preventivos para a dirofilariose também controlam as infecções intestinais por estes vermes. A transmissão destes vermes da mãe para o recém-nascido pode ser bastante reduzida por um programa de medicamentos antiparasitários administrados durante a gravidez e após o nascimento da ninhada. Caso contrário, os filhotes devem ser tratados o mais cedo possível. Idealmente, o tratamento deve ser administrado 2 semanas após o nascimento e repetido em intervalos de 2 a 3 semanas até 2 meses de idade e, a seguir, mensalmente até 6 meses de idade. Os cães lactantes devem ser tratados no mesmo horário que seus filhotes. 

Uma série de drogas e combinações de drogas são aprovadas para o tratamento de vermes ganchudos ( ancilostomídeos ). Além disso, muitos medicamentos para dirofilariose também controlam certas espécies de ancilóstomos. 

Quando os filhotes recém-nascidos morrem de infecção por ancilóstomo, as ninhadas subsequentes da mesma mãe devem ser tratadas semanalmente para vermes ganchudos ( ancilostomídeos ) por cerca de 12 semanas, começando com 2 semanas de idade. Além disso, seu Veterinário pode prescrever medicação diária para cadelas grávidas a partir do dia 40 de gravidez até o dia 2 após o parto. Isso reduz muito a transmissão da doença aos filhotes por meio da amamentação. Seu Veterinário irá prescrever o programa de medicação mais apropriado para seu cão.

As cadelas devem estar livres de vermes ganchudos ( ancilostomídeos ) antes da procriação e mantidas fora de áreas contaminadas durante a gravidez. O alojamento e a cama para cadelas grávidas e lactantes devem ser higienizados e limpos regularmente. Para atividades externas, as pistas de concreto que podem ser lavadas pelo menos duas vezes por semana em climas quentes são as melhores. Parques de areia podem ser descontaminadas com borato de sódio.

Como os ovos de vermes chicote ( tricurídeos ) levam um mês para se tornarem infectantes, eles podem ser controlados com um bom saneamento. A remoção imediata e o descarte adequado das fezes são essenciais. Vermes chicote são suscetíveis à secagem, então manter o cão em um ambiente limpo e seco reduz consideravelmente o risco de infecção. Por esse motivo, os cães devem ser mantidos em lajes de concreto, e nunca em terra. Uma variedade de medicamentos está disponível para o tratamento de infecções por vermes chicote ( tricurídeos ). 

O controle das tênias ( cestódeos, os vermes chatos ) requer tratamento e prevenção. Mesmo cães confinados podem contrair Dipylidium caninum porque ele pode ser transmitido por pulgas. Portanto, o controle da pulga é a etapa preventiva crítica, mesmo para cães que vivem dentro de casa. Animais que vagam livremente geralmente são infectados novamente ao comerem animais mortos ou presas. A prevenção dessa alimentação limitará a exposição a outras espécies de tênias.

Conclusões sobre o uso de vermífugo para cães

Os proprietários devem estar cientes dos sinais de alerta gerais que indicam presença de vermes em cães. Se o seu cão apresentar algum dos sintomas listados acima, leve-o imediatamente ao Veterinário. A rapidez no socorro ao seu animal pode salvar o vida dele.

Tratamentos preventivos, controle de pulgas e limpeza de dejetos caninos podem ajudá-lo a evitar problemas graves causados por vermes para seu cão.

Testes anuais regulares para vermes de coração e intestinais são uma boa ideia. Converse a respeito com seu Veterinário.

Seu Veterinário é o profissional correto para indicar o uso de vermífugo em cães.

Como os filhotes são suscetíveis a receber vermes de suas mães, eles também devem fazer exames de fezes regularmente.

Obras consultadas:

BUKOWSKI, John A.;AIELLO, Susan. Routine Health Care of Dogs. Última revisão em: Julho 2011. Disponível em: <https://www.msdvetmanual.com/dog-owners/routine-care-and-breeding-of-dogs/routine-health-care-of-dogs?query=worming%20your%20dog> Acesso em: 22 junho 2021.

PEREGRINE, Andrew S. Gastrointestinal Parasites of Dogs. Última revisão em: Maio 2018. Disponível em: <https://www.msdvetmanual.com/dog-owners/digestive-disorders-of-dogs/gastrointestinal-parasites-of-dogs?query=worming%20your%20dog> Acesso em: 22 junho 2021.

One thought on “Vermífugo para Cães Podem Salvá-los

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.