fbpx
AtiVet Redondo Contorno Azul 150x150

6 Vermes em Gatos Que Podem Ser Fatais

As infestações de vermes em gatos podem causar uma variedade de sintomas. Às vezes, os gatos apresentam poucos ou nenhum sinal externo de infecção, e a infestação pode passar despercebida, apesar de ser um problema de saúde potencialmente sério. Alguns vermes parasitas felinos também são perigosos para a saúde humana.

Tipos comuns de vermes em gatos

Gatos que vivem ao ar livre e aqueles que são rotineiramente expostos ao solo onde outros animais defecam são propensos a vermes. Gatinhos e gatos que não recebem cuidados de saúde preventivos regulares estão em maior risco de desenvolver complicações associadas a parasitas internos.

Embora os meios de transmissão possam variar, uma das principais formas de os gatos contraírem vermes é através da ingestão de fezes de felinos infectados. As mães gatas também podem transmitir vermes aos gatinhos.

1. Lombrigas

As lombrigas são os parasitas internos mais comuns em gatos. Assemelhando-se ao espaguete, os vermes adultos têm de 7 a 10 centímetros de comprimento. Existem várias maneiras pelas quais os gatos podem ser infectados. Os gatinhos que amamentam podem contrair lombrigas do leite materno infectado, enquanto os gatos adultos podem adquiri-los ingerindo ovos das fezes de um gato infectado.

2. Ancilóstomos

Os ancilóstomos são muito menores do que os lombrigas – com menos de 2,5 centímetros de comprimento – e residem principalmente no intestino delgado. Como se alimentam de sangue de animal, os ancilóstomos podem causar anemia com risco de vida, especialmente em gatinhos. Ovos de ancilóstomo são eliminados nas fezes e eclodem em larvas, e um gato pode ser infectado por ingestão ou contato com a pele.  

3. Tênias

As tênias são parasitas longos, planos e segmentados. Uma infestação pode causar vômito ou perda de peso. Os gatos adquirem tênias ao ingerir um hospedeiro intermediário, como uma pulga ou roedor infectado. Quando os gatos são infectados, segmentos de tênia – pedaços reais do verme que se assemelham a grãos de arroz – muitas vezes podem ser vistos na pele ao redor da extremidade posterior do gato.

4. Trematódeos

Os trematódeos Opisthorchis viverrini e Opisthorchis felineus causam a opistorquíase, que acometem principalmente os felinos. A maior parte das infecções ocasionam sintomas comuns como diarreia, constipação e desconforto, porém nos casos em que a doença permanece não tratada por longos períodos, pode evoluir para complicações como desnutrição (pelos danos causados ao sistema digestório), inflamação grave do fígado e até câncer do ducto biliar. Esses vermes hepáticos são transmitidos através do consumo de peixes crus ou mal cozidos que estejam contaminados com os parasitas e são mais comuns em países do sudoeste asiático por seus hábitos alimentares.

5. Fascíolas pulmonares

As Fascíolas pulmonares, como são conhecidos os vermes Paragonimus spp., são transmitidas principalmente através do consumo de crustáceos crus ou mal cozidos, como camarões e caranguejos, mas podem também ser transmitidos pela carne suína crua que esteja contaminada. As fascíolas pulmonares afetam cães, gatos e também o homem e podem não apresentar sintomas no início da infecção, porém com o decorrer do tempo podem causar tosse, febre e dificuldades respiratórias, podendo chegar a ocasionar morte súbita.

6. Vermes pulmonares

Os vermes pulmonares residem nos pulmões de um gato. A maioria dos gatos não mostra sinais de vermes pulmonares, mas alguns podem desenvolver tosse. Caracóis e lesmas são hospedeiros intermediários populares desse tipo de parasita, mas os gatos geralmente são infectados após comer um pássaro ou roedor que ingeriu um hospedeiro intermediário.

Sintomas de vermes em gatos

As infestações por vermes em gatos podem ser completamente assintomáticas (sem sintomas) ou graves e com risco de vida, dependendo do tipo de verme e da gravidade da infestação.

Os sinais comuns de vermes em gatos incluem:

  • Vômito (às vezes com vermes no vômito)
  • Diarreia (com ou sem sangue)
  • Perda de peso
  • Abdômen distendido
  • Lesões de pele
  • Geralmente má condição corporal e uma pelagem sem brilho

Conforme as infestações pioram e os sintomas progridem, você pode ver sinais como:

  • Fraqueza
  • Desidratação
  • Lábios e gengivas pálidos devido à anemia
  • Pressão sanguínea baixa
  • Choque
  • Morte, nos casos mais graves

Prevenção de vermes em gatos

Mantenha seu gato dentro de casa para evitar a exposição a gatos infectados, roedores, pulgas e fezes.

Certifique-se de que sua casa, quintal e animais de estimação estejam livres de pulgas.

Pratique boa higiene e use luvas ao trocar a areia do gato ou manusear as fezes. Também é importante descartar as fezes com frequência.

Peça ao seu Médico Veterinário para recomendar um tratamento adequado para parasitas internos ou um programa de prevenção para o seu gato.

Transmissão de vermes em gatos para humanos

Um grande número de ovos de lombrigas pode se acumular onde os gatos defecam. Pessoas, especialmente crianças, que ingerem esses ovos podem desenvolver sérios problemas de saúde, como cegueira, encefalite e outros danos a órgãos. O tratamento da cegueira causada por lombriga pode envolver a remoção cirúrgica.

As larvas do ancilóstomo podem penetrar na pele humana e causar lesões. As pessoas podem adquirir tênias por meio da ingestão de uma pulga infectada, embora isso seja raro.

Obra consultada:

Editores da ASPCA – American Society for the Prevention of Cruelty to Animals. Common Cat Diseases. Website da ASPCA – American Society for the Prevention of Cruelty to Animals. Disponível em: <https://www.aspca.org/pet-care/cat-care/common-cat-diseases> Acesso em: 12 Maio 2021.

One thought on “6 Vermes em Gatos Que Podem Ser Fatais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.