fbpx
AtiVet Redondo Contorno Azul 150x150

O Shar-Pei é Leal à Família Mas Distante Com Estranhos

O compacto Shar-Pei chinês de tamanho médio é um amálgama de características físicas estranhas: um largo focinho de “hipopótamo”, uma língua preto-azulada, olhos pequenos e fundos com uma expressão carrancuda, orelhas triangulares minúsculas, abundantes dobras de pele solta na cabeça, pescoço e ombros, cauda afilada e alta – toda coberta por um casaco áspero de lixa. 

A tradução literal de Shar-Pei é “pele de areia”.

Shar-Peis são guardiões fortes, régios e independentes, famosos por sua inteligência e lealdade. Eles desconfiam de estranhos e outros cães. Shar-Peis são cães serenos, mas enfrentarão uma ameaça percebida com tenacidade e vigor. O treinamento precoce e a socialização são essenciais; um Shar-Pei adulto dominante sem eles pode ser um problema sério.

Cuidados

Nutrição do Shar-Pei

Uma ração de alta qualidade apropriada para a idade do cão (filhote, adulto ou idoso) terá todos os nutrientes de que o Shar-Pei precisa. As guloseimas podem ser uma ajuda importante no treino, mas em demasia pode causar obesidade. Verifique com seu Veterinário se você tem alguma dúvida sobre o peso ou a dieta de seu cão.

Asseio do Shar-Pei

O Shar-Pei requer apenas um cuidado mínimo. Eles precisam de um banho apenas a cada mês. As unhas devem ser aparadas uma vez por semana. As orelhas devem ser limpas semanalmente, mas não exagere nos produtos. O filhote deve ser acostumado desde cedo a ter suas orelhas limpas regularmente. Não use cotonetes e não use peróxido de hidrogênio. 

Exercício

Os cães Shar-Pei variam em suas necessidades de exercícios. Esta é uma raça muito adaptável. Eles podem se dar bem com um proprietário muito ativo – caminhando todos os dias, ou morando em um apartamento, com algumas caminhadas curtas. A raça também exercita a mente e o corpo participando de outras atividades que podem ser praticadas pelo cão e pelo dono.

Treinamento

Shar-Peis são espertos e dispostos, mas às vezes são teimosos e um pouco espertos demais, pensando em novas maneiras de fazer coisas com as quais você pode não gostar. Se você os ensina com amor e consistência, no entanto, eles são uma alegria. Aulas de socialização precoce e treinamento de filhotes são recomendadas e ajudam a garantir que o Shar-Pei cresça e se torne um companheiro bem ajustado e bem-educado.

Saúde do Shar-Pei

Existem alguns problemas de saúde incomuns e específicos na raça Shar-Pei. Uma das principais áreas de problema são os olhos – distúrbios oculares, incluindo entrópio, glaucoma e displasia retiniana são conhecidos por ocorrerem na raça. Outras condições que podem ocorrer incluem doenças respiratórias, cardiovasculares, musculoesqueléticas, imunomediadas, cutâneas e gastrointestinais, e certos tipos de câncer. 

Testes de saúde recomendados do National Breed Club (EUA):

Avaliação do quadril

Avaliação de cotovelo

Avaliação da patela

Avaliação da tireoide

Avaliação oftalmológica

História do Shar-Pei

Durante grande parte de sua longa história, a China, vasta e inexpugnável, foi uma sociedade fechada, imune a influências externas. Como tal, a China desenvolveu uma cultura única para si mesma. Essa singularidade é claramente vista nas raças de cães chineses. Do Pug ao Chow Chow, os cães da China são raças distintas, com sua própria aparência. Mas entre este antigo clã canino, talvez nenhum seja tão exclusivamente chinês quanto o Shar-Pei.

Nativo das províncias do sul da China, o Shar-Pei remonta a mais de 2.000 anos à Dinastia Han. Acreditava-se que fosse o cão de um camponês e, à maneira dos cães de camponês em todas as épocas e lugares, esperava-se que o Shar-Pei fosse versátil. Os fazendeiros chineses empregavam esses cães robustos e inteligentes como caçadores, pastores e guardiães do gado contra predadores e ladrões.

A República Popular da China foi estabelecida em 1949. O regime comunista desaprovava a posse de cães e sistematicamente massacrou grande parte da população de cães de raça pura do continente. Alguns bons espécimes do Shar-Pei foram preservados, no entanto, em Hong Kong e Taiwan.

Aparência Geral

Um cão alerta, compacto, de tamanho e substância médios, de perfil quadrado, com a cabeça bem proporcionada mas não excessivamente grande para o corpo. A pelagem curta e áspera, a pele solta cobrindo a cabeça e o corpo, as orelhas pequenas, o focinho em forma de “hipopótamo” e a cauda inserida alta conferem ao Shar-Pei um visual único e peculiar. A pele solta e as rugas que cobrem a cabeça, pescoço e corpo são superabundantes em filhotes, mas essas características podem ser limitadas à cabeça, pescoço e cernelha no adulto.

Fonte:

Editores da American Kennel Club. Chinese Shar-Pei. Website da American Kennel Club. Disponível em: <https://www.akc.org/dog-breeds/chinese-shar-pei/> Acesso em: 01 Abril 2021.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.