fbpx
AtiVet Redondo Contorno Azul 150x150

Pombo Correio Tem Capacidade de Retornar Ao Seu Lar

O Pombo Correio, em seu estado selvagem, é nativo da Europa, Norte da África e sudoeste da Ásia. Os pombos selvagens são encontrados em todo o mundo, inclusive em toda a América do Norte. Deve-se notar que a ocorrência dentro desta faixa não é uniformemente distribuída.

Classificação Zootécnica

ReinoAnimalia
FiloChordata
ClasseAves
OrdemColumbiformes
FamíliaColumbidae
GêneroColumba
EspécieColumba livia
Sub-espéciesC. livia dakhlae
C.
livia gaddi
C.
livia gymnocycla
C.
livia intermedia
C.
livia livia
C.
livia neglecta
C.
livia palestinae
C.
livia schimperi
C. livia targia
(Animal Diversity Website, 2021)

Habitat do Pombo Correio

Os pombos selvagens fazem ninhos em fendas ao longo de penhascos rochosos à beira-mar, perto de áreas agrícolas ou de vegetação arbustiva aberta. Os pombos selvagens vivem em antigas construções agrícolas em áreas rurais. Nas cidades, os arranha-céus tendem a ocupar o lugar de seus arredores naturais de penhascos.

Descrição física do Pombo Correio

O Pombo tem cabeça, pescoço e peito cinza-azulados escuros com iridescência amarelada, esverdeada e púrpura-avermelhada ao longo de seu pescoço e penas de asa. As fêmeas tendem a mostrar menos iridescência do que os machos. O bico é rosa-acinzentado escuro. Duas faixas escuras nas asas são vistas na maioria dos pombos, e uma faixa cinza-azulada na cauda. Os Pombos podem ser divididos em um grande número de fenótipos diferentes ou grupos com base nas características externas. 

Reprodução do Pombo Correio

Os pares podem ser formados a qualquer momento durante o ano. Esses pares são formados para a vida toda, ou seja, são monogâmicos. Cada ave trabalha cooperativamente na maioria dos aspectos da reprodução e criação de filhotes. O macho constrói o ninho e os ovos são postos logo após o término do ninho. Machos e fêmeas incubam os ovos. Os ovos eclodem aproximadamente 19 dias após a postura.

Tempo de vida / longevidade

Status de média de vida, em cativeiro, é de 35 anos. Em seu estado selvagem, 6 anos.

Comportamento do Pombo Correio

Os pombos geralmente andam ou correm balançando a cabeça para a frente e para trás. Eles voam em um caminho estável e direto. Os pombos são mais frequentemente vistos durante o dia, procurando abrigo à noite e durante o calor do dia, de acordo com o clima. Eles se aglomeram enquanto empoleiram-se, tomam sol e se alimentam, mas nenhuma brincadeira foi observada. No território de aninhamento, ambos os sexos são agressivos, bicando a cabeça de intrusos.

Hábitos alimentares do Pombo Correio

Os Pombos se alimentam de manhã cedo e no meio da tarde, em campo aberto. Eles comem principalmente sementes. Estudos com pombos em uma parte semi-rural do Kansas descobriram que sua dieta inclui o seguinte: 92% de milho, 3,2% de aveia, 3,7% de cereja, junto com pequenas quantidades de outras sementes. Nas cidades, os pombos selvagens também comem pipoca, bolo, amendoim e pão. As fêmeas precisam comer uma dieta um pouco mais rica em proteínas e cálcio para ter os recursos nutricionais para botar ovos.

Predação do Pombo Correio

Alguns predadores comuns de pombos selvagens na América do Norte são gambás, guaxinins, corujão-orelhudo e corujas orientais. Outros predadores incluem a águia dourada, falcões americanos e falcões peregrinos.

Importância econômica para humanos

Positiva

Comido por humanos e usado em pesquisas de laboratório.

Negativa

Um grande número de pombos vivendo em uma pequena área pode ser um incômodo para os agricultores. Algumas doenças (por exemplo, histoplasmose) podem se espalhar nas fezes de pombos.

Estado de conservação do Pombo Correio

Como os pombos costumam ser alimentados por moradores urbanos bem-intencionados, seu número é alto. Os Pombos selvagens também não têm um status especial.

Outros comentários

Os pombos selvagens têm sido usados extensivamente em laboratórios porque são domesticados e encontrados em abundância em todo o mundo. Esses estudos incluem mecanismos de vôo, termorregulação, metabolismo da água, genética dos padrões de cores e biologia evolutiva darwiniana.

Fontes:

Editores da Animal Diversity. Columba livia: common pigeon (Also: rock dove). Website Animal Diversity. Disponível em: <https://animaldiversity.org/accounts/Columba_livia/classification/> Acesso em: 27 Fevereiro 2021.

ROOF, Jennifer. Columba livia: common pigeon (Also: rock dove). Website Animal Diversity. Disponível em: <https://animaldiversity.org/accounts/Columba_livia/> Acesso em: 27 Fevereiro 2021.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.