fbpx
AtiVet Redondo Contorno Azul 150x150

O Periquito Australiano é Famoso Entre os Pets

O Periquito Australiano é naturalmente distribuída pela Austrália, exceto nas áreas costeiras no extremo leste e no extremo sudoeste. Esta espécie também foi introduzida em muitas áreas ao redor do mundo, incluindo África do Sul, Japão, EUA, Porto Rico, Suíça e Nova Zelândia, no entanto, elas só foram estabelecidas com sucesso no sudoeste da Flórida.

Classificação Zootécnica do Periquito Australiano

ReinoAnimalia
FiloChordata
ClasseAves
OrdemPsitaciformes
FamíliaPsitacidae
GêneroMelopsittacus
EspécieMelopsittacus undulatus
(Website Animal Diversity, 2021)

Habitat do Periquito Australiano

O Periquito Australiano ocupa uma variedade de habitats semi-áridos e sub-úmidos, principalmente no interior da Austrália. No entanto, às vezes pode ser encontrado em pastagens secas do sudeste. Eles migram sazonalmente para o norte durante o inverno, a fim de ter uma fonte contínua de alimento.

Descrição física do Periquito Australiano

Os Periquitos Australianos são pássaros aerodinâmicos que medem de 18 a 20 cm de comprimento. É improvável que sejam confundidos com qualquer outro psitacídeo por causa de seu pequeno tamanho, asas e caudas pontiagudas e padrões de plumagem distintos. A maioria dos Periquitos Australianos selvagens tem uma testa amarela, uma cabeça listrada de amarelo e preto com manchas roxas e pretas nas bochechas, um bico pontiagudo cuja ponta da mandíbula superior se estende sobre a mandíbula inferior e uma garganta amarela.

Existe um ligeiro dimorfismo sexual. Nas fêmeas reprodutoras, a cera (a pele na base do bico, cobrindo as narinas) é marrom claro ou bege. Nos machos a cera é azul.

Reprodução do Periquito Australiano

Os Periquitos Australianos são monogâmicos e se reproduzem em grandes colônias em toda a sua distribuição. Tem havido algum registro de cópulas extrapar, provavelmente para que a fêmea possa receber ajuda extra para heterogeneizar a genética da ninhada.

A reprodução dos Periquitos Australianos pode ocorrer durante qualquer época do ano, mas ocorre com mais frequência quando há abundância de sementes. A maior parte da semeadura da grama ocorre durante o inverno no norte da Austrália e durante a primavera e o verão no sul da Austrália. Isso significa que os periquitos também se reproduzem após chuvas fortes porque o crescimento da grama depende da água. Na verdade, qualquer chuva boa irá desencadear a procriação, mesmo quando eles estão no custoso processo de muda.

Os periquitos fazem seus ninhos em cavidades pré-existentes que estão disponíveis em mourões, toras e árvores de eucalipto. Vários ninhos podem ser encontrados no mesmo galho de árvore, estando a apenas 3 a 5 m de distância um do outro. Eles enchem seus ninhos com pó de madeira em decomposição, fezes e qualquer outro material macio disponível. 

A fêmea escolhe o local do ninho e incuba enquanto o macho passa a maior parte do tempo forrageando e se alimentando até que os filhotes estejam prontos para ter vida própria. Os pais costumam ter várias ninhadas em sucessão.

Tempo de vida / longevidade

Status de média de vida, em cativeiro, é de 21 anos.

Comportamento do Periquito Australiano

Os periquitos se agregam em grandes bandos e são fortemente sociais. Seu agrupamento permite maior sucesso na alimentação e também auxilia na proteção contra predadores. Não parece haver qualquer hierarquia em grupos com base em relativamente poucas batalhas entre indivíduos, mas as fêmeas geralmente são mais agressivas do que os machos.

Sua atividade, como a maioria dos pássaros, começa pouco antes do nascer do sol com alvoroço, canto e movimento dentro das árvores. Após o nascer do sol, os pássaros voam para a área de forrageamento e se alimentam durante todo o dia. Não se alimentam ao meio-dia ou em clima extremamente quente, mas abrigam-se à sombra e permanecem imóveis. No final do dia, eles se reúnem chamando alto e voando em alta velocidade ao redor das árvores. Eles então retornam ao local de descanso logo após o pôr do sol e permanecem em repouso até a manhã seguinte.

Hábitos alimentares do Periquito Australiano

Os Periquitos Australianos são exploradores altamente bem-sucedidos de recursos alimentares e hídricos, sempre que disponíveis. Eles se alimentam no solo e, portanto, preferem colher as sementes de gramíneas e plantas cultivadas. Eles primeiro descascam a semente e a engolem inteira ou quebrada. Essas sementes são extremamente ricas em energia e equivalem ao conteúdo calórico do tecido animal. Portanto, nenhuma fonte alternativa de alimento é necessária. Os periquitos são muito regulares em seus hábitos de beber e bebem cerca de 5,5% de seu peso corporal diariamente. Para satisfazer essa demanda, muitas vezes eles permanecem perto de poços de água.

Importância econômica para humanos

Positiva

Os Periquitos Australianos são as aves de estimação mais conhecidas do mundo. Sua população de cerca de 5.000.000 em todo o mundo permitiu aos cientistas ampla oportunidade de estudá-los. Na verdade, sabe-se mais de sua biologia do que de qualquer outro psitacídeo.

Negativa

Sua capacidade de consumir um grande número de sementes, quando em grupos, traz prejuízo ocasionais aos agricultores.

Estado de conservação do Periquito Australiano

Nenhum conhecido.

Outros comentários

Os Periquitos Australianos existem em mais variedades de cores do que a maioria das outras espécies de pássaros ou animais. As cores dispersas de sua plumagem são acentuadas na luz ultravioleta, especialmente nas laterais de suas bochechas, que podem desempenhar um papel no dimorfismo sexual. 

Fontes:

Editores da Animal Diversity. Melopsittacus undulatus: budgerigar. Website Animal Diversity. Disponível em: <https://animaldiversity.org/accounts/Melopsittacus_undulatus/classification/> Acesso em: 26 Fevereiro 2021.

SIMS, Kelly. Melopsittacus undulatus: budgerigar. Website Animal Diversity. Disponível em: <https://animaldiversity.org/accounts/Melopsittacus_undulatus/> Acesso em: 26 Fevereiro 2021.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.