fbpx
AtiVet Redondo Contorno Azul 150x150

Pequinês é Sofisticado e De Porte Real

O pequinês, um companheiro toy compacto, de porte real e andar inconfundível, é uma das várias raças criadas para as classes dominantes da China antiga. Esses são cães sofisticados, de lealdade eterna e muito sutis.

Os pequineses são cachorros de brinquedo compactos e atarracados que pesam até 6,5 kg. A pelagem é mais longa no pescoço e nos ombros, dando a pequineses sua famosa “juba de leão” e vêm em vários tons de vermelho, de um vermelho dourado a tons mais escuros. A grande cabeça com focinho curto é um retângulo mais largo do que longo, e os olhos são grandes, escuros e brilhantes. 

Pequineses são companheiros charmosos e confiantes que desenvolvem um vínculo estreito com seu humano favorito. Criados para viver em palácios, eles podem ser tão serenamente independentes quanto os imperadores que os possuíam. Sempre alertas, eles são bons cães de guarda. Toleram crianças, mas não suportam muita violência.

Cuidados

Nutrição do Pequinês

O pequinês deve se dar bem com uma ração de alta qualidade, seja ela fabricada comercialmente ou preparada em casa, com a supervisão e aprovação de seu Veterinário. Qualquer dieta deve ser adequada à idade do cão (filhote, adulto ou idoso). Alguns cães têm tendência a ficar  acima do peso, portanto observe o consumo de calorias e o nível de peso do seu cão. As guloseimas podem ser uma ajuda importante no treino, mas em excesso podem causar obesidade. Verifique com seu Veterinário se você tem alguma dúvida sobre o peso ou a dieta de seu cão. Água limpa e fresca deve estar disponível o tempo todo.

Asseio do Pequinês

A espessa camada dupla do pequinês requer uma boa manutenção. Ocorre queda de pelos sazonalmente. Escová-lo pelo menos uma hora por semana ajudará a remover os pelos soltos e evitará emaranhados, e um banho ocasional ajudará a mantê-lo com a melhor aparência. Pelos emaranhados podem ser suavemente trabalhados com uma escova ou pente de metal. Como em todas as raças, as unhas devem ser aparadas regularmente, pois unhas muito longas podem causar desconforto ao cão.

Exercício

Os pequineses são companheiros charmosos e confiantes que desenvolvem um vínculo estreito com sua família humana. Todo o seu propósito na vida é divertir e confortar. Embora estejam bastante calmos na maior parte do tempo e tenham apenas necessidades modestas de exercícios, eles gostam de participar de esportes caninos em seu próprio ritmo.

Treinamento

Uma marca registrada da raça é sua personalidade amigável, extrovertida e amorosa. São afetuosos e inteligentes e desenvolvem conexões muito fortes com sua família humana. Como cães que por séculos viveram em palácios, podem ser tão serenamente independentes quanto os imperadores que os possuíam. 

Saúde do Pequinês

Como acontece com todas as raças de rosto curto, é importante escolher um pequinês com narinas bem abertas em um nariz de tamanho moderado. Como o pequinês não tem focinho comprido para atuar como barreira natural de proteção aos olhos, é importante garantir que o ambiente seja seguro para o seu pequinês e que nada possa ferir ou irritar seus olhos. Os pequineses apreciam o frio e, por isso, alguns proprietários viajam com seus pequineses em bolsas de gelo congeladas, ou uma almofada de gelo, mesmo para passeios de carro, o que proporciona um nível de conforto que o pequinês gosta muito. Trabalhando com um criador responsável, aqueles que desejam possuir um pequinês podem obter a educação de que precisam para saber sobre problemas de saúde específicos dentro da raça. Bons criadores utilizam testes de saúde de seus reprodutores para reduzir a probabilidade de doenças em seus filhotes.

Testes de saúde recomendados do National Breed Club (EUA):

Nenhum teste de saúde recomendado

História do Pequinês

Uma lenda chinesa diz que o pequinês foi criado pelo Buda, que encolheu um leão até o tamanho de um cachorro. A raça é tão antiga que nunca saberemos seus verdadeiros primórdios, mas o mito de origem fantasiosa contém um grão de verdade provável. O pequinês provavelmente foi reduzido ao tamanho de um toy por um cachorro maior, não pelo Buda, é claro, mas por seus servos terrenos, os imperadores chineses e seus cortesãos. Por muitos séculos, os nobres chineses se preocuparam com a criação de cães de colo de cara chata. O Pequinês, o Pug e o Shih Tzu são exemplos sobreviventes de seu trabalho manual. Diz-se que roubar um desses cães era crime punível com a morte.

O Pequinês era desconhecido do Ocidente até 1860, quando as tropas britânicas invadiram Pequim durante as Guerras do Ópio. Enquanto os britânicos invadiam o magnífico palácio de verão do imperador com a intenção de saqueá-lo e queimá-lo, a família real matou seus pequineses ao invés de vê-los cair nas mãos do inimigo. Um capitão britânico descobriu a tia do imperador morta, um suicídio, mas cinco de seus cães ainda estavam vivos, escondidos atrás de uma cortina. Os cães foram trazidos à Inglaterra como um presente para a encantadora Rainha Vitória, e a raça rapidamente se popularizou entre seus súditos.

A raça também ganhou as manchetes quando um pequinês foi um dos únicos três cães a sobreviver ao naufrágio do Titanic.

Aparência Geral

O pequinês é um cão compacto e bem equilibrado, de origem chinesa, com frente pesada e posteriores mais leves. Seu temperamento é de franqueza, independência e individualidade. Sua imagem é semelhante à de um leão, o que implica coragem, dignidade, ousadia e autoestima.

Fonte:

Editores da American Kennel Club. Pekingese. Website da American Kennel Club. Disponível em: <https://www.akc.org/dog-breeds/pekingese/> Acesso em: 01 Abril 2021.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.