fbpx
AtiVet Redondo Contorno Azul 150x150

FIV em Gatos: Vírus da Imunodeficiência Felina

O FIV em gatos (Vírus da Imunodeficiência Felina) pode ser extremamente traiçoeiro, pois os gatos podem não apresentar sintomas até anos após a ocorrência da infecção inicial. Embora o vírus tenha ação lenta, o sistema imunológico do gato fica gravemente enfraquecido quando a doença se instala. Isso torna o gato suscetível a várias infecções secundárias. Gatos infectados que recebem cuidados médicos de apoio e são mantidos em um ambiente fechado e sem estresse podem viver vidas relativamente confortáveis ​​por meses a anos antes que a doença alcance seus estágios crônicos.

Um gato infectado com FIV pode não apresentar sintomas durante anos. Uma vez que os sintomas se desenvolvam, no entanto, eles podem progredir continuamente – ou um gato pode mostrar sinais de doença intercalados com saúde por anos. Se o seu gato está demonstrando algum dos seguintes sintomas, por favor, comunique ao seu Médico Veterinário:

  • Linfonodos aumentados
  • Febre
  • Anemia
  • Perda de peso
  • Pelagem desgrenhada
  • Pouco apetite
  • Diarreia
  • Aparência anormal ou inflamação do olho (conjuntivite)
  • Inflamação das gengivas (gengivite)
  • Inflamação da boca (estomatite)
  • Doença dentária
  • Vermelhidão da pele ou queda de cabelo
  • Feridas que não cicatrizam
  • Espirros
  • Descarga de olhos ou nariz
  • Micção frequente, esforço para urinar ou urinar fora da caixa de areia
  • Mudança de comportamento

Transmissão FIV em gatos

O FIV é transmitido principalmente de gato para gato através de feridas profundas causadas geralmente durante lutas agressivas e disputas territoriais ao ar livre – um motivo perfeito para manter seu gato dentro de casa.

Embora qualquer felino seja suscetível, gatos machos intactos que vivem soltos são mais suscetíveis. Gatos que vivem em ambientes fechados são os que têm menos probabilidade de serem infectados.

“FIV NÃO PODE SER TRANSMITIDO DO GATO PARA O HOMEM”

Prevenindo FIV em gatos

FIV em gatos pode ser evitado. A melhor forma de evitar que o seu gato contraia o vírus é mantê-lo dentro de casa, evitando qualquer chance de contato com felinos infectados.

Se você passear com o gato, mantenha-o na coleira quando estiver ao ar livre.

Qualquer gato recentemente adotado deve ser testado para FIV antes de entrar em sua casa.

Obra consultada:

Editores da ASPCA – American Society for the Prevention of Cruelty to Animals. Common Cat Diseases. Website da ASPCA – American Society for the Prevention of Cruelty to Animals. Disponível em: <https://www.aspca.org/pet-care/cat-care/common-cat-diseases> Acesso em: 12 Maio 2021.

One thought on “FIV em Gatos: Vírus da Imunodeficiência Felina

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.