fbpx
AtiVet Redondo Contorno Azul 150x150

Energia metabolizável não é o mesmo que energia ingerida

A medida de energia mais útil para fins nutricionais é a energia metabolizável (ME), que é definida como a porção da energia total de uma dieta que é retida e utilizada pelo corpo. O conteúdo calórico dos alimentos para animais de estimação é geralmente expresso em quilocalorias (kcal), que são 1.000 calorias. 

A dieta deve ser fornecida de tal forma que a quantidade de energia metabolizável seja suficiente para fornecer as condições ideais de crescimento, manutenção, atividade, gravidez e lactação.

Requisitos energéticos

Os requisitos de energia para cães e gatos não são uma função linear do peso corporal. Evidências recentes indicam que os cães mantidos em residências requerem menos calorias por dia do que os cães mantidos em canis, mas existe uma variabilidade considerável. 

As diferenças entre raças também afetam as necessidades calóricas independentemente do tamanho do corpo, por exemplo, Terra Nova parece exigir menos calorias/ dia do que os dinamarqueses. 

Outros fatores que determinam as necessidades diárias de energia incluem nível de atividade, estágio da vida, porcentagem de massa corporal magra, idade e ambiente. Mesmo quando fórmulas específicas são usadas, qualquer animal pode exigir até 30% mais ou menos da quantidade calculada. Consequentemente, as recomendações gerais podem precisar ser modificadas dentro desse intervalo de 30%, e o ECC – Escore de Condição Corporal – deve ser realizado regularmente.

O impacto da temperatura ambiente também afeta as necessidades nutricionais dos animais. Por exemplo, as necessidades de energia aumentaram de 120 para 205 kcal / kg nos cães de puxar trenós, uma vez que as temperaturas ambientes diminuíram de 14° C no verão para –20 ° C no inverno. Os efeitos da temperatura ambiental não são bem caracterizados em gatos, porque a maior parte da pesquisa foi realizada em condições de temperatura constantes (20°–22 ° C). 

Quaisquer recomendações para os requisitos energéticos são apenas pontos de partida e podem precisar ser modificadas com base na resposta de cada cão ou gato.

Referência:

SANDERSON, Sherry Lynn. Nutritional requirements and related diseases of small animals. Merck Veterinary Manual: Setembro de 2013. Disponível em: <https://www.merckvetmanual.com/management-and-nutrition/nutrition-small-animals/nutritional-requirements-and-related-diseases-of-small-animals> Acesso em: 25 de maio de 2020.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.