fbpx
AtiVet Redondo Contorno Azul 150x150

A Alpaca é um membro sul-americano da família dos camelos

A Alpaca (Lama pacos) é um membro sul-americano da família Camelidae, a mesma dos camelos, da ordem Artiodactyla, que está intimamente relacionado com  a lhama, o guanaco e a vicunha , que são conhecidos coletivamente como lamóides. A alpaca e lhama foram ambos aparentemente domesticados há milhares de anos pelos índios dos Andes da América do Sul. As outras duas espécies lamóides, o guanaco e a vicunha, existem basicamente no estado selvagem.

Classificação zootécnica

Reino

Animal

Filo

Cordata

Classe

Mamíferos

Ordem

Artiodactyla

Família

Camelidae

Gênero

Lama

Espécie

Lama pacos

Descrição física da alpaca

Como outros lamóides, a alpaca é um animal de corpo esguio, com pescoço e pernas longas, cauda curta, cabeça pequena e orelhas grandes e pontudas. Alpaca é facilmente distinguida da lhama por seu tamanho menor. Ela tem aproximadamente 90 cm de altura no ombro e pesa de 55 a 65 kg. A alpaca também difere da lhama por ter um corpo arredondado, em vez de quadrado, e pelo hábito de pressionar a cauda perto do corpo, em vez de mantê-la ereta, como a lhama. A pelagem desgrenhada da alpaca varia em cor do preto ou marrom usual, passando por tons mais claros de cinza e castanho ao amarelo claro e, ocasionalmente, branco. 

Distribuição geográfica das alpacas

A distribuição atual de alpacas está limitada ao centro e sul do Peru e ao oeste da Bolívia. As alpacas são as de alcance mais limitado e as mais especializadas dos quatro lamóides, sendo adaptadas a terrenos pantanosos em altitudes de 4.000 a 4.800 metros. Em adaptação ao conteúdo reduzido de oxigênio do ar, seus glóbulos vermelhos são excepcionalmente numerosos.

Produção de lã da alpaca

Alpacas são os mais importantes dos lamóides para a produção de lã. Durante o período da civilização inca, o uso de mantos feitos de lã de alpaca e vicunha era reservado à nobreza e à realeza. Duas raças de alpaca, a huacaya e a suri, foram desenvolvidos em tempos pré-colombianos. A lã da suri é fina e sedosa e cresce o suficiente para tocar o solo se o animal não for tosado. O velo da huacaya é mais curto e mais grosso em comparação à raça suri.

O velo da alpaca é notavelmente leve, forte, brilhante, com alto valor de isolamento e resistente à chuva e neve. É usado em parkas, sacos de dormir e revestimentos finos. A fibra de alpaca é às vezes combinada com outras fibras para fazer tecidos para vestidos e ternos leves e também é tecida como um tecido aveludado usado tanto para revestimento quanto como forro para agasalhos. O Peru é o principal produtor do velo, sendo a maior parte comercializada na cidade de Arequipa. O governo peruano estabeleceu um programa de melhoramento para melhorar a qualidade da lã de alpaca e aumentar sua produção.

As alpacas são normalmente tosadas a cada dois anos, com a raça suri produzindo lãs finas, com cerca de 3 kg por animal, e as huacayas dando lãs mais grossas, produzindo cerca de 2,5 kg por animal. 

Reprodução da alpaca

A alpaca é uma espécie polígina, ou seja, machos dominantes formam haréns de 5 a 10 indivíduos.

A alpaca pode se reproduzir durante todo o ano. Se a fêmea estiver pronta para acasalar, ela permitirá a monta e depois a cópula, assumindo decúbito esternal logo após a introdução. O macho produz uma vocalização conhecida como ‘orgling’ durante a cópula. Um sinal químico no sêmen parece desencadear o pico pré-ovulatório de LH (hormônio luteinizante). A ovulação ocorre 24 horas após o acasalamento. Uma vez que a fêmea esteja grávida, ela recusará qualquer tentativa do macho de montá-la.

A gestação dura entre 242 e 345 dias. Se ambos os sexos são mantidos juntos durante todo o ano, o parto ocorre durante a estação chuvosa de dezembro a março. As fêmeas podem engravidar aproximadamente 10 dias após o parto. Alpacas geralmente têm um único filhote, com nascimento ocorrendo entre o final da manhã e o meio da tarde. Ao nascer, o peso da alpaca varia de 8 a 9 kg. A alpaca é precoce, com as fêmeas atingindo a maturidade sexual entre 12 e 15 meses, enquanto os machos a atingem em torno de 30 a 36 meses.

A alpaca é desmamada com 6 a 8 meses. 

Todos os camelídeos sul-americanos podem cruzar-se e produzir descendentes férteis. No entanto, cruzamentos entre camelídeos domésticos e selvagens da América do Sul normalmente não ocorrem na natureza. O produto do cruzamento de uma lhama com uma alpaca é um Huarizo, que apresenta características físicas intermediárias. O produto do cruzamento de uma vicunha e uma alpaca é um Pacovicuna, que mostra semelhança com a vicunha. Este último tem recebido atenção considerável devido à alta qualidade da fibra que produz.

Após o parto, a alpaca não lambe seu filhote nem toca na placenta. A mãe observa seu recém-nascido com atenção, mas não se aproxima dele até que ele finalmente se levante. Em seguida, a mãe aborda prontamente seu filhote para que o recém-nascido possa obter seu primeiro leite, o colostro, que contém anticorpos e nutrientes. Se o recém-nascido tem problemas para encontrar o úbere, a mãe o ajuda mudando sua própria postura. 

Tempo de vida da alpaca

A alpaca tem tempo de vida selvagem médio de 5 a 10 anos, enquanto em cativeiro pode atingir de 15 a 20 anos.

Estado de conservação

Após a chegada dos conquistadores espanhóis à América do Sul, as populações de alpacas foram extremamente reduzidas e deslocadas para as regiões mais altas dos Andes. Assim, alpacas e lhamas foram substituídos por ovinos e caprinos trazidos da Europa. Atualmente, as populações de alpaca não estão ameaçadas, mas ainda estão relegadas às regiões mais altas dos Andes. Estima-se que a população mundial de alpaca seja de aproximadamente 3,5 milhões. O Peru detém 87% da população de alpaca, seguido pela Bolívia com 9,5%. A maioria das alpacas criadas na América do Sul está sob o controle de pastores tradicionais que, na maioria dos casos, mantêm lhamas e alpacas juntos. Esta situação é problemática, pois alpacas e lhamas podem se cruzar.

Fonte:                                    

Animal Diversity Editors. Lama pacos: Alpaca. Animal Diversity Website. Disponível em: <https://animaldiversity.org/accounts/Lama_pacos/classification/> Acesso em: 20 Novembro 2020.

CASTILLO-RUIZ, Alexandra. Lama pacos: Alpaca. Animal Diversity Website. Disponível em: <https://animaldiversity.org/accounts/Lama_pacos/> Acesso em: 20 Novembro 2020.

Encyclopaedia Britannica Editors. Alpaca. Encyclopaedia Britannica Website. Disponível em: <https://www.britannica.com/animal/alpaca> Acesso em: 20 Novembro 2020.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.